quarta-feira, 7 de julho de 2010

Plano de Governo de Tião Bocalom - Liberdade para produzir, empregar e escrever estultices.

O Programa de Governo apresentado pela coligação “Liberdade e Produção para Empregar” liderada pelo candidato Tião Bocalom tem a sua marca. Certamente foi pensado e escrito por ele e somente ele. Não creio que alguém mais tenha sido consultado para que fosse daquele modo apresentado.

Em um documento de 14 páginas não numeradas, sem capa, sem apresentação, sem abordagem teórica, sem sustentação em dados, sem o mínimo cuidado, estão elencadas 86 (oitenta e seis) “propostas”. Todas iniciando por verbos tais como implantar, criar, construir, incentivar, apoiar, estabelecer... Em suma, promessas largadas ao vento sem razão de ser, sem diagnóstico, sem justificativa, sem harmonia entre si, sem visão de estado, sem passado e sem futuro.

Para o item que chamou de “Produção e Geração de Emprego e Renda” o candidato dedicou 44 (quarenta e quatro) “propostas”, chegando a escolher a espécie - o mulateiro, a quantidade – um milhão de árvores, e o faturamento – R$ 350 milhões de um tal programa de reflorestamento. Uma pérola de planejamento.

Com a qualidade que se esperaria de um jovem de nível médio de ressaca, antes do café, numa segunda-feira pela manhã, o documento é um desastre como programa de governo. Uma vergonha.

Quando vejo o Estado ser tratado desta forma em uma campanha política, fico pensando o que seria dele governado do mesmo modo. Infelizmente, ainda há nos dias de hoje quem pense que o Acre é uma fazenda e o governo é um depósito de materiais de onde se vai tirando tudo o que os poucos neurônios conseguem imaginar.

Alguém no PSDB que não seja um dos lambe-botas que o infestam atualmente precisa chamar a atenção do candidato para este tipo de postura. Não recomenda que a sigla, representativa de quadros importantes da inteligência nacional, seja exposta em um documento tão primário que chega a ser ridículo.

Que o mulateiro dobre no lombo de quem pensa que o Acre é penico.

4 comentários:

  1. Foi mal, Bocalom, pôxa como você me faz uma dessas... Nem prá me ligar, eu dava um a roupagem totalmente moderna à formatação do texto, consertava as abominações verbo-nominais e ainda não cobrava nem um centavo. Faço tudo, tudo , tudo só para ver a Estrela Vermelha da Morte, da Corrupção e da Depravação descer a escadaria do Palácio Rio Branco e dizer adeus. Mão à palmatória, devo confessar que o do PT está um poucochito melhor em termos de estética, mas também né?! Fala sério, eles tem grana a dar com o pau e nada ali foi formulado por nenhum deles, mas sim por especialistas devidamente BEM PAGOS prá isso. Ô Valterlucio, precisa ser assim tão imparcial?! Faça vistas grossas da próxima vez, ok? Dá uma força pro NOSSO Tião vai, aqui todo mundo é pobrinho mas é bem-educado, foi só um lapso. Esquece o Tião de Brasília, ele é a epítome do anti-cristo e do Terceiro Reich em solo acreano... Liberdade de expressão já! Mudança prá ontem se for possível... Do alto de minha árvore-biblioteca tô sacando tudo... Tucano Roxo eu sou.

    ResponderExcluir
  2. tucano roxo você é tão sabido e vai votar no analfabeto desse. pobre o tião bocalom não é pois a sua campanha de mais de 3 milhões e não pode pagar um contador para fazer um pla no de governo já começo na disgraça de mentiroso querendo usupar sozinho que derrota imaginem o governo de um homem desse vai ser um inferno de uma das piores maldição do mundo. a trapalhão no governo sim, analfabeto não. coitado dos acriano com um homem desse no governo só vota nele quem quer usupar e eleito analfabeto e mal desinformado.

    ResponderExcluir
  3. Pôxa João Rego você disse tanto e não me disse nada... Espero que todos tenham 'priciado' seu 'jeitcho' de 'ispreçar' suas 'upinião', logo você né que já começou taxando o cara de analfabeto (uma das poucas palavras que você grafou corretamente).

    ResponderExcluir
  4. Liberdade de expressão tucana do tipo ... TV Cultura? Heródoto Barbeiro que o diga

    ResponderExcluir