terça-feira, 28 de agosto de 2012

Ainda há juizes? Tomara.

No julgamento do mensalão, pelo menos até agora, se pode dizer que de onde menos se espera é que não sai nada mesmo. O Ministro revisor e o ministrinho tentam livrar a cara dos mensaleiros votando e dando pretexto a votar pela absolvição. O caso do João Paulo é flagrante. A prosperar a tese da defesa, qualquer dia desses pinta 50 mil na sua conta e voce não sabe nem de onde veio nem pra que servirira. Que coisa, não? Pena que essas coisas não acontecem todos os dias, né? Começo a crer que os esforços de salvação dos mensaleiros serão em vão. Alvíssaras!

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

A educação de mal a pior. Aonde vamos?

Enquanto estamos entretidos com o julgamento do mensalão e as eleições, eles vão fazendo merda. Se voce não leu direto no Blog do Noblat, leia AQUI  um artigo em que diz bem o que estão fazendo com a educação brasileira. A prosseguir assim haverá um tempo em que todos os nossos doutores serão do tipo Honoris Causa que nunca leu um livro.

Eu que fiz primário, ginasial, científico e faculdade nos melhores estabelecimentos de ensino de minha cidade, TODOS públicos, fico pensando o que estarão ensinando(?) hoje em dia entre aqueles muros. Quando passo em frente ao antigo Colégio Estadual onde aos nove anos de idade fiz com êxito o Exame de Admissão ao Ginásio, fico tentado a entrar e conversar com seus alunos e professores. Não o faço com vergonha.

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Gulliver, o amo Houyhnhnm e o mensalão...

No Blog do Ezio Bazzo Ver aqui um post que tem tudo a ver com a peça "O julgamento do mensalão" em cartaz no STF.

Existe entre nós uma quantidade de homens, tão grande como a das lagartas, que são treinados desde muito jovens na arte de provarem que o preto é branco e o branco é preto, conforme sejam pagos para dizer uma coisa ou outra. Todo o resto do povo é escravo desses homens.

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Que assim seja.

Vai começar o julgamento do mensalão. Que sejam condenados aqueles que escreveram a página mais podre da história politica brasileira. Que sirva de exemplo. Que o julgamento não se transforme em alvará para politicos desonestos delinquirem acobertados pela força da grana e da impunidade. Que a corrupção sofra um revés. Que após o julgamento possamos levantar a cabeça. Que os ministros não se comportem como representantes da súcia que elameou a politica brasileira. Que respiremos ares menos fedorentos.