sexta-feira, 16 de julho de 2010

Lula quer um burocrata de bunda "de quatro". Quem se habilita?

Quem como eu passou a maior parte da vida com a bunda sentada na cadeira, estudando, lendo, aprendendo, escrevendo, trabalhando, mas que por isso mesmo conhece o presidente Lula um pouquinho, não ficou chateado com sua fala de hoje "a gente não pode ficar a vida inteira esperando a vontade de um burocrata que tá com a bunda na cadeira, com ar-condicionado, sentado, sem se preocupar como é que o povo está vivendo...". Trata-se apenas de mais uma de suas vinganças contra quem estudou. O que irrita é outra coisa.

A fala entrou num contexto em que o presidente tratava das licenças ambientais. Segundo ele os caras de bunda sentada lá no IBAMA só atrapalham. Está errado. A questão não é de vontade do burocrata de bunda sentada, mas de obediência ao que os caras de bunda em pé criaram como norma para depois desafiarem com seus projetos políticos.

Na hora de fazer média com as ONG's, governos e midia, os caras de bunda em pé aprovam qualquer coisa, autorizam todas as limitações, reconhecem todas as restrições e condicionantes. Querem mais é sair na foto do politicamente correto. Na hora de cumprir as próprias exigências querem dar o fora e jogar a jabulani no colo do cara de bunda sentada. Assim, não dá. A não ser que os burocratas do IBAMA queiram passar de bunda sentada a bunda de quatro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário