sábado, 31 de julho de 2010

De novo o pum da vaca. Ahhh que preguiça.

O médico com cara de cientista chega para o paciente e munido de uma pilha de papel, laudos e radiografias, faz o seguinte prognóstico: "Voce tem entre 3 e 15,9 anos de vida". Como voce reagiria? Garanto que se fosse comigo nunca mais o patife veria a minha face. Mas, saiba que quando se trata de aquecimento global antropogênico isto é "ciência" da melhor qualidade. Pode crer. Há previsões ainda mais grosseiras.

Mas esta a que me refiro está no lead do artigo de Larissa Rangel, publicado pelo bom Evandro em seu Blog Ambiente Acreano. "De 2006 a 2050, práticas agropecuárias poderão lançar, só no estado do Mato Grosso, entre 3 e 15,9 bilhões de toneladas de gás carbônico na atmosfera. A estimativa é de estudo que defende modelos de conservação para mudar o quadro."
Trata-se de um estudo realizado por pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), da Universidade Brown e do Centro de Ecossistemas, nos Estados Unidos. Um monte de gente trabalhou muito pra chegar a este resultado. Fico pensando porque com esta precisão fizeram questão de fixar em 15,9 bilhões o limite máximo de emissões. Por que não arredondaram logo pra 16 bilhões? Deve fazer aprte desta ciência evitar números redondos, né?

Sinceramente, tem horas que ler sobre este tema dá uma preguiça...

Nenhum comentário:

Postar um comentário