quarta-feira, 7 de julho de 2010

Apenas Marina Silva apresenta programa de governo à Justiça. Esperemos.

A nossa senadora Marina Silva expôs aqui o seu programa de governo na forma de diretrizes. São na verdade compromissos que a candidata faz com o eleitor. Todos muito claros, sem meias palavras, sem tergiversações. Quem votar na Marina sabe porque está votando, sabe o que esperar e, principalmente, sabe o que cobrar.

Custou o quê? Nada. Quem sabe o que vai fazer, quem já pensou verdadeiramente nas questões que vai enfrentar e avaliou os meios de que dispõe não tem medo de se expor. Vota quem quer. 

Diferentemente da Marina, a dona Dilma assinou e mandou para o TSE as diretrizes do seu partido, o PT. Lá pelo meio consta toda aquele chavismo do PNDH -3. Controle da midia, ameaça ao direito de propriedade, descriminação do aborto, racialismo e outras sandices. Quando viu que pegou mal, recuou, limou o chavismo e mandou outro mais limpinho, sem assinar. Agora não se sabe qual está valendo, se o que assinou mas diz que assinou sem ler, ou o que não assinou e jura que leu, sendo que a diferença entre os dois é apenas aquele esquerdismo exagerado.

O Serra limitou-se a registrar alguns discursos. Não sei quem fez pior.

No Acre continuamos esperando que os programas de governo dos Tiões (é assim que se escreve Archibaldo?) sejam expostos na internet para que possamos com eles nos identificarmos e fazermos nossa escolha a partir de termos mais concretos do que vou continuar X vou mudar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário