sábado, 28 de novembro de 2009

Mensalão candango


Há poucos dias postei aqui um texto tratando o Governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, como um político estranho. Identificava nele uma forma mais simples e sincera de governar, reconhecendo erros e limitações de suas ações executivas e pondo às claras as dificuldades.

Pois não é que ontem estourou no DF um escândalo pra mensalão nenhum botar de feito? Pior que neste caso o indefectível “eu não sabia” tão utilizado em nível federal, não pode ser dito pelo Arruda. Os caras gravaram o próprio governador tratando da distribuição de grana viva entre parlamentares e assessores. Pelo jeito, nem o vice, Paulo Octávio, escapa do mensalão candango.

Vôte! Ô cambada!


A foto acima foi capturada DAQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário