segunda-feira, 23 de novembro de 2009

CLIMAGATE – cientistas do IPCC manipularam informações sobre o clima.



Esta noticia os brasileiros dificilmente verão na TV Globo ou nas páginas eletrônicas do Ministério do Meio Ambiente e do INPE. Mas pode ser vista em jornais europeus e americanos, mesmo naqueles comprometidos com o aquecimento global antropogênico, como a BBC de Londres e o New York Times.

O fato é o seguinte: uns hackers russos invadiram o servidor da Unidade de Investigação sobre o Clima da Universidade de East Anglia (Reino Unido), que de tão séria dá sustentação aos enunciados do IPCC, e de lá extraíram e publicaram 1079 mensagens trocadas entre cientistas e 72 documentos. Clique AQUI para ver os arquivos hackeados.

Até ai, nada de anormal além da invasão, afinal, cientistas costumam conversar na rede de várias formas e muito intensamente. Ocorre que em várias mensagens ficou o rastro dos truques para esconder a real situação da temperatura global e influenciar o IPCC, mídia e relatórios científicos. Enfim, os caras manipulavam as informações de modo a assegurarem a validade de sua ‘teoria”.

As primeiras análises já identificaram:

1. Manipulação de dados para reforçar a tese do aquecimento global;

2. Manipulação do processo de peer review, incluindo conspiração para boicotar jornais, rejeitar artigos de outros cientistas e forçar a demissão de editores de jornais importantes.

3. Planos para ocultar informação ao público e boicotar regras de transparência das instituições em que trabalham e dos jornais onde publicam. Isto inclui planos para atrasar divulgação de informação e planos para destruir informação, inlcluindo emails.

4. Planos para destruir a reputação de cientistas que defendem posições contrárias às suas.

5. Conflito de interesses entre as posições políticas destes cientistas e a necessidade de eles fazerem um trabalho imparcial.

6. Manipulação do processo de selecção dos autores e papers que são considerados para os relatórios do IPCC.

7. Orientação da investigação para que ela produza resultados pré-determinados (favoráveis à tese do aquecimento global antropogénico).

Em um dos e-mails filtrados o Dr. Phil Jones - diretor do CRU - escreve a seus colegas sobre os gráficos de clima correspondentes ao último milênio. Na comunicação se refere às técnicas utilizadas por alguns colegas para ocultar a queda de temperatura nas medições mais recentes e correspondentes à última década.

A informação de que as temperaturas da última década estão em declínio já é bastante conhecida. Não deu pra esconder muito tempo. Novidade é que “cientistas” tenham tramado esconder isso da população e construir de modo fraudulento uma opinião global sobre o tema. Que raios de ciência é esta que se sustenta pela manipulação?

Com a palavra, os adoradores de Al Gore.


A foto-ilustração acima foi capturada DAQUI

3 comentários:

  1. Voce por acaso defende a devastação? Como é que pensando assim trabalhou no PAS?

    ResponderExcluir
  2. Ótimo artigo, eu tambem publiquei algo sobre o "CLIMAGATE"


    http://www.anovaordemmundial.com/2009/11/climagate-prova-final-contra-o.html

    ResponderExcluir
  3. Emerson
    Bom o link que indicou. Obrigado.

    ResponderExcluir