sábado, 11 de setembro de 2010

Um bilhetinho para o João Correia

Caro João.

Uma das coisas que aprendi na vida foi que em determinados momentos críticos de nossa vida, por mais intensos que sejam, por mais dramáticos que nos pareçam, por mais fundo que invadam a nossa alma, por mais dor que nos causem, os fatos, aqueles que dão razão ao nosso sofrimento, não significam nada para as pessoas. Elas simplesmente não ligam.

Voce tem razão em protestar. Voce tem razão em querer algo que lhe pertence e lhe foi tomado. Voce merece reparação por ter virado, injustamente, chacota de internautas do Brasil inteiro. Voce tem o direito de manifestar sua indignação contra o poder que, quando absoluto, anula a cidadania. Voce tem o dever de exemplificar por sua ação na justiça a ação cabível a cada um que se sinta violado.

Contudo, permita-me dizer, não creio que este seja o caminho. Voce não sairá bem dessa greve de fome. A Justiça não se move assim, voce bem o sabe. Este é um recurso extremo utilizado por pessoas extremadas em luta extrema. Não é o caso. Volte para casa, para sua família e seus amigos. Creia, apenas eles se importam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário