quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Dilma fugiu de novo. A campanha foi terceirizada.

Quanto mais o tempo passa, mais os candidatos se mostram, menos a Dilma, que se esconde dos debates e na própria propaganda delega ao presidente Lula o ataque ao adversário. Ataque, aliás, despropositado e somente possivel em um pais como o Brasil, onde as regras são frouxas e se permite ao presidente da república o papel de militante, sem nenhum zêlo com a liturgia do cargo.

Ontem no debate da Gazeta-Estadão mais uma vez a sua ausência serviu para que os adversários deixassem de debater com a virtual presidente da república e se limitassem a fazer ironias, acusações e, às vezes, piadas, com a candidata. Os brasileiros não merecem isso.

Medo de quê? De responder sobre a quebra do sigilo fiscal das pessoas? Sobre a perda de mais de um bilhão de reais no Ministério de Minas e Energia? Sobre a experiencia como gerente da loja de 1,99?Ora. Isto é bobagem perante os cinquenta e tantos por cento que tem nas pesquisas. Nada pode abalar um candidatura com este nivel de aceitação. Ou pode?

Nenhum comentário:

Postar um comentário