domingo, 15 de agosto de 2010

O diabo em festa.

Está ficando como o diabo gosta. No Acre, entrevistador e entrevistado trocam sôcos e pontapés, no Maranhão, mais uma vez o lançamento de livro Honoráveis Bandidos (sobre os Sarneys) vira pancadaria e confusão, a revista Época traz reportagem destrinchando a participação da dona Dilma em ações que incluiam dinheiro obtido em assaltos e uso de armas, a revista Veja traz uma reportagem com Wagner Cinchetto (ex capa-preta da CUT) esclarecendo um pouco do submundo sindical posto a serviço de campanhas eleitorais - tramas contra o Lula, Serra, Ciro Gomes e Roseana Sarney, o Estadão denuncia operações fraudulentas da Rosena Sarney com o Banco Santos. Certamente a coisa não pára nisto. Em cada estado alguém está ou estará sendo "linchado" por estes dias.

Incólume a tudo isto, o Presidente Lula paira tranquilamente nas nuvens da popularidade. De uma hora pra outra ficou hipersensivel. Como diz um amigo no Acre, "está chorando mais do que mulher apartada". Mas neste caso deve ser de alegria. Sua candidata só perde esta por acidente de percurso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário