sexta-feira, 29 de outubro de 2010

O Papa em dia de graça.

O papa Bento XVI disse recentemente:

"Quando os projetos políticos contemplam, aberta ou veladamente, a descriminalização do aborto ou da eutanásia, o ideal democrático – que só é verdadeiramente tal quando reconhece e tutela a dignidade de toda a pessoa humana – é atraiçoado nas suas bases (cf. Evangelium vitæ, 74). Portanto, caros Irmãos no episcopado, ao defender a vida «não devemos temer a oposição e a impopularidade, recusando qualquer compromisso e ambigüidade que nos conformem com a mentalidade deste mundo» (ibidem, 82)."

E mais não precisava dizer. Abortistas no governo e fora dele não terão vida fácil em suas intenções assassinas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário