sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Debate na Globo. O melhor de todos.

O debate da Globo foi o melhor. Mais focado e firme. Temas mais visíveis e posturas mais pragmáticas de Dilma e Serra.

A Dilma parecia um pouco cansada, tropeçou nas palavras, foi confusa e cometeu um ato falho ao dizer que as "doações oficiais estavam registradas". Pareceu confessar que há doações não oficiais. Risada na platéia. Quando não se pendura em Lula a resposta sai hermética, decorada.

O José Serra estava especialmente preparado e focado. Ao mesmo tempo sereno e firme. Não se esquivou de nénhuma pergunta e revidou à altura a ilação da Marina de que ele e a Dilma são iguais. "Se alguém aqui é igual, é voce e a Dilma, pois conviveram no PT inclusive na época do mensalão sem que voce saisse".

Eu sempre disse que Marina conhece bem o jogo de palavras. Mas às vezes ela exagera. Ao invés de responder diretamente as perguntas ela muitas vezes faz opção por desqualificar a pergunta e se esquivar. Lhe falta objetividade e sobra entendimentos difusos, subjetivos, que não esclarecem. Ontem, mais uma vez an passant foi maliciosa com aquela historia de Serra e Dilma serem iguais. Teve a resposta que merecia.

O Plinio continua o vovô maluquinho. A sua tecla preferida é dar calote. Será que paga a conta da padaria?

De todo modo serviu para consolidar preferências e, aos indecisos, para ver quem tem mais preparo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário