quinta-feira, 21 de outubro de 2010

E os artistas, hein?

Paulo Beti, aquele ator que disse certa vez justificando o mensalão que pra fazer politica tem que enfiar a mão na merda, experimentou nesta semana o que é fazer a própria. Junto com outros artistas, a maioria abortistas, incluindo o ex-Frade Leonardo Boff, participou de uma comédia na qual o gran finale foi a mentira. A dona Dilma mentiu descaradamente afirmando que o candidato Serra projeta privatizar o pré-sal. Uma falsidade que não encontra razão em nenhuma declaração do candidato em nenhum momento. Jamais Serra se referiu a isto.

A campanha da dona Dilma faz da mentira a massa com que molda o pensamento dos incautos. Estranhíssimo é que atores e intelectuais, mesmo aqueles pendurados no bolsa-ditadura, endossem a mentira. Talvez possa ser explicado pelas verbas que escorrem do tesouro para as veias de projetos culturais que não se viabilizariam pelo gosto popular. Uma pena que essa gente não tenha atualizado seus neurônios e embarquem nessa aventura chavista rumo ao passado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário