quarta-feira, 20 de outubro de 2010

No horizonte, um jegue carregado de açúcar.

Nada como a perspectiva de poder para revelar a face dos hipócritas. Gente que até um dia desses era comedida em seus posts e comentários de repente fica excitada, deixa a prudência de lado, manda a lógica para os quintos, esbofeteia a ética e parte para o abraço. Sabe como é... governos novos, cadeiras vazias... enfim, quem não é visto não é lembrado. Como dizia meu falecido pai observando a subserviência de alguns, "do jumento carregado de açúcar até o rabo é doce".

Nenhum comentário:

Postar um comentário