sexta-feira, 25 de junho de 2010

Se assim é, assim seja.

Repercutindo a inhaca da formação de chapa na oposição acreana, o jornalista Luis Carlos Moreira Jorge disse nesta sexta-feira  "Com esse tipo de oposição, volto a repetir que os irmãos Jorge Viana (PT) e Tião Viana (PT) vão ficar velhinhos, de bengala, ganhando uma eleição atrás da outra, no Acre".

A que se refere exatamente o Luis Carlos? Penso que o jornalista trata da incapacidade de os partidos e candidatos de oposição se organizarem minimamente para enfrentar uma eleição, o que configura a inexistência de um projeto de poder. E está certo. Mas não é só.

Do meu canto vejo também e tão ou mais importante quanto, a incapacidade de articular um discurso mínimo que represente um projeto de governo, uma visão de estado, o que autoriza a dizer que com esta oposição, alterar o rumo, mesmo torto, é quase uma temeridade. Sabe-se lá o que viria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário