terça-feira, 8 de junho de 2010

Evo Morales, o Rei da coca.


Do Diario Crítico de Bolivia, com link aqui

El Presidente, Evo Morales, fue reelegido este lunes como máximo dirigente de los principales sindicatos de productores de coca del país, con lo que el Mandatario ya lleva 14 años al frente de esa organización que lo catapultó a la política.

 
Enquanto na Bolivia o Evo Morales ratifica a liderança que exerce há 25 anos entre os produtores de coca, por aqui ainda encontramos quem defenda o companheiro e negue que a Bolivia está entupindo as narinas e os pulmões de nossos jovens com o pozinho e a fumaça do demônio.
 
O pais vizinho bateu este ano o recorde de produção. Sob Evo, a área cultivada com coca passou a 36.000 hectares. "Nunca antes naquele pais" se produziu tanta coca e "nunca antes neste pais" se consumiu tanta cocaina. Excesso de oferta por lá, preço baixo por cá e as cracolândias em franca expansão. Também como nunca antes.

Um comentário:

  1. Nielsen O. M. Braga8 de junho de 2010 14:56

    Este é o Evo 'muy amigo' de Luiz Inácio 'Mula' da Silva, seu fiel advogado aqui no Brasil! Mas 'Mula' não se dá por contente só com esta preciosa amizade, ele ainda faz apologia a outras grandes figuras humanitárias: o defensor de regimes totalitários e nazifascistas Hugo Chávez e o guardião de urânio enriquecido Mahmoud Ahmadinejad, este não quer nadinha, só construir uma bomba, destruir as nações 'inimigas' de Alá e disseminar agora no século XXI o antisemitismo, baseado em pensamentos 'iluminados' de que campos de concentração para judeus bem como o holocausto nunca existiram a despeito de todos os registros fotográficos, depoimentos e amplo material histórico. Como pode-se notar o mundo está bem servido com essa turma.

    ResponderExcluir