sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Poderosa é a máquina.

Certa vez ouvi de um deputado peemedebista; "Rapaz, em termos de Brasil o PMDB é uma máquina de fazer votos". Conhecendo um pouquinho o Brasil, nunca duvidei disso. Lembrei da conversa quando li que a nossa presidente foi considerada pela revista Forbes, a 3ª mulher mais poderosa do mundo. Não é pouca coisa. É claro que sendo o Brasil uma das maiores economias do mundo, qualquer presidente, homem ou mulher, estaria nos primeiros lugares da lista. Como existem poucas mulheres presidentes, obviamente a dona Dilma estaria na classe VIP. Apenas questão de lógica, o que não desmerece a menção da revista.

A pergunta que me veio à mente foi: Se é assim, tão poderosa, se possui meios para tomar decisões que afetam o mundo todo, se ocupa tal liderança global, por que raios recuou na faxina da corrupção em seu governo? Foi ai que me lembrei da conversa com o deputado PMDB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário