sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Não sei ler, não sei escrever, não sei somar. Sou o brasileiro médio de oito anos de idade.

O Portal G1 traz o resumo de uma pesquisa educacional realizada no Brasil pelo próprio governo juntamente com outras organizações. É frustrante saber que hoje em dia nossas crianças não aprendem na escola o mínimo necessário.

Como diz um amigo, sou do tempo em que fumar era bonito e ser veado era feio. Hoje está tudo ao contrário e eu até me acostumei. Pois é. Eu sou também do tempo em que crianças de seis anos de idade, não de oito, já sabiam ler, escrever e somar. Aos nove entrei no ginásio depois de passar por um estressante exame de admissão na escola pública que naqueles tempos era melhor que a escola privada. Por que mudou tanto?

Não sei. Não sou especialista em educação. Percebo o mesmo problema nas dificuldades que enfrenta minha filha de 14 anos. Só sei que o ensino brasileiro foi pro pau. O sistema considera mais importante que crianças de oito anos aprendam como é que faz neném.

Nenhum comentário:

Postar um comentário