terça-feira, 2 de agosto de 2011

"Aqui só tem bandido". Jucázinho, o irmão de Jucázão.

Mas há bandidos e bandidos. Segundo os jornais e blogs, os do Ministério da Agricultura, CONAB no meio, são de outra espécie. Pelo menos é o que se pode entender depois que ao invés de "ir pra cima" o governo resolveu contemporizar e dar um tempo. Talvez espere que a imprensa faça o trabalho de afogar os bandidos do MAPA na própria lama. Se for isso, pode nem acontecer.

O certo é que para os bandidos do PR a dona Dilma sacou logo a vassoura e mandou mais de 20 para o sereno. Já no caso do PMDB, o Jucázinho foi repreendido pelo Jucázão e pronto. Engraçado que a reprimenda não foi pela patifaria que o irmão operava na CONAB, mas pela lingua solta. Roubar pode, não pode é dedurar. Ética de bandido.

Os capos do PR estão esperneando com a diferença de tratamento. Segundo eles, o pau que dá em chico tem que dar em francisco. Não deixa de ser algo justo. Agora me diz... Se ao chegar nos aposentos do PMDB, do PP (Ministério das Cidades) e do P C do B (ANP) o governo já abaixa o facho, o que faria encontrando sujeira na própria cozinha?

Nenhum comentário:

Postar um comentário