sexta-feira, 21 de maio de 2010

Vá e não peques mais. É pouco.

Estava Jesus no templo, absorto, escrevendo no chão e pregando aos discípulos quando fariseus e escribas chegaram trazendo uma prostituta para que fosse julgada conforme o costume - a pena era o apedrejamento. Serenamente, respondeu à insistente platéia que pedia a condenação com a célebre frase "Quem dentre vós nunca pecou que atire a primeira pedra". Como ninguém se julgou suficientemente puro para tal atitude abandonaram o templo deixando-o com a pecadora. Jesus então pronunciou a frase menos conhecida mas ainda mais importante "Vá e não peque mais".

Pensei no episódio bíblico quando li que o Senado modificou e aprovou a toque de caixa o Projeto Ficha Limpa que na verdade deveria receber agora o nome de Projeto Sem Ficha, pois limpa não é. Mutatis mutandi, a nova regra perdoa os pecados, não poucos, cometidos pelos políticos e lhes dá chance de não voltando ao pecado seguirem em frente em suas carreiras. Ainda não há consenso sobre a norma, mas firmando-se o entendimento de quem modificou, só vale daqui pra frente, ou seja, somente de agora em diante a porta do paraiso Congresso está fechada para os sabidamente pecadores.

O que há de errado na novidade é que neste caso aquele que perdoou, o julgador supremo, não foi o povo, mas o próprio pecador. Os cidadãos brasileiros que em milhões de assinaturas de próprio punho e virtuais pediram a proibição do ingresso dos fichas sujas no congresso certamente queriam limpá-lo de vez e não deixá-lo emporcalhado como ficará com as presenças dos parlamentares-prostitutas autoredimidos - ladrões, prevaricadores, peculatários, corruptos e mensaleiros que a lei não alcançará. Felizmente ainda nos resta o voto.

Um comentário:

  1. Como sou contra "reeleição" de qualquer tipo, sou suspeito pra opinar, mas, certamente rezar alguns pai-nossos e ave-marias é pouco para essa corja que está e os que pretendem entrar no poder. Diga-se de passagem, querem entrar pra conseguir imunidade ou foro privilegiado.

    ResponderExcluir