quarta-feira, 19 de maio de 2010

Não se pode ganhar todas, ou, como diria um blogueiro amigo, e agora, mané?

Parece que o lance de genialidade autopromocional do nosso presidente não colou lá fora. A turma que realmente dá as cartas não deu a mínima para o acordo meia boca patrocinado pelo Brasil e pela Turquia junto ao Armadin do Irã. O resultado parece ter sido o isolamento do Brasil no Conselho de Segurança da ONU, afastando mais ainda as nossas possibilidades de ingresso permanente no seleto grupo, o que seria a penúltima conquista do nunca antes neste pais (a última seria o Nobel da Paz).

A imprensa internacional e a secretária americana Hilary Clinton estão considerando que a jogada do Lula é, na melhor hipótese, coisa de gente ao mesmo tempo deslumbrada e ingênua. Resultado: Decidiram atropelar e aplicar as sanções ao Irã do mesmo modo. Para nós sobrou o mico, o descrédito e a lição. Para o Lula fica ainda o mantra repetido pelos adoradores e pela imprensa pré-paga: Ele é um pacifista... ele é um pacifista... ele é um pacifista...

Eu mesmo só penso que antes de nos aventurarmos a fazer a paz mundial bem que poderíamos fazer um capacitaçãozinha ali no Paraguai. É mais perto, tem uisque baratinho e sabemos falar portunhol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário