quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Vem ai a grana do pré-sal. Não a disperdicemos.

Com a aprovação do parecer do relator, Deputado Henrique Eduardo Alves, ao PL do Pré-sal na Câmara dos Deputados, parece que terá fim a novela dos royalties. Algumas estimativas garantem que os estados não-produtores receberão cerca de 112 bilhões de reais até 2025. Os recursos serão distribuidos na forma adotada pelo FPE.

Boa noticia, desde que os recursos não sejam dissipados em obras desnecessárias e pagamento de militantes instalados no aparelho do Estado.

Boa notícia, se os recursos forem empregados em programas estruturantes, que sinalizem para investimentos e gerem empregos permanentes.

Boa notícia, se os governantes entenderem que a fonte não é infinita e, portanto, não se pode gerar vinculações permanentes a esta receita.

Enfim, boa notícia, apesar de tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário