sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Um papinho com Sérgio Barros.

Fui procurado ontem pelo vencedor das prévias do PSDB para o Senado no Acre, o ex-Deputado Sergio Barros, em quem nunca votei, com quem nunca trabalhei, mas que conheço há décadas. Tivemos uma longa conversa, principalmente sobre possibilidades, alternativas e condicionantes.

Ao final, algumas impressões. Está animado, mas sabe que tem um prazo para viabilizar-se e promover uma convergência razoável, sabe que não terá facilidades com os aliados, sabe que está muito atrás do Marcio Bittar nessa peleja (todos estão), sabe que a multiplicidade de candidatos leva todos ao fundo e sabe que pode ser mais sábio recuar oportunamente. Menos mal.

Um comentário:

  1. Para mim, apesar de querer votar na oposiçao, nenhum canditado que se apresenta hoje como Marcio Bittar e Sergio Barros me interessa.

    ResponderExcluir