sábado, 5 de dezembro de 2009

O CLIMAGATE está na 'Época" desta semana. Errado, mas está.

A Época AQUI rompeu o silêncio e fez uma matéria, bem pequena, sobre o CLIMAGATE. Bem poderiam seus repórteres ter realizado entrevistas com cientistas aquecimentistas e céticos, para apurar o que pensam e que valor dão ao escândalo. Não fizeram. Ficaram apenas na informação mínima que corre o  mundo em milhares de blogues.

A matéria não vai no mérito, não esmiúça as correspondências nem as fraudes ali sinalizadas, não estimula a curiosidade do leitor. Pelo contrário. Insiste na mistificação e defende a fraude. Bem coisa da Época mesmo, lembremo-nos que a revista pertence ao Grupo Globo, a principal defensora e mantenedora das ong's aquecimentistas no Brasil. Foi uma matéria do tipo "para não dizer que não se disse nada". Em determinado trecho vem o seguinte:  "Mesmo que o grupo de East Anglia e outros centros tenham agido de má-fé, é pouco provável que o escândalo abale as bases científicas da pesquisa climática."

Ora, como assim? Quer dizer que se ficar provado que houve manipulação dos dados, isso não afeta nada? Isso é ciência ou fé?

Como diz meu amigo Queiroga, é melhor ler isto do que ser cego.

Nenhum comentário:

Postar um comentário