quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Aécio Neves desiste - bom senso e compromisso partidário

Em carta aberta, o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, fez o que devem fazer todos os politicos de bom senso e moralmente comprometidos com seu partido, retirou a pré-candidatura a presidente. Depois de manter a pretensão por um tempo considerável, percebeu que não é a sua vez. A vez é de Serra que está à frente nas pesquisas há 3 anos, inabalável em torno de 40% da preferencia dos eleitores.

Politicos que não olham apenas para o próprio umbigo fazem assim, não insistem em candidatruas destinadas ao fracasso, o que equivale a trabalhar para o adversário.

Poderia ter esticado a corda, poderia ter tensionado o partido, poderia ter provocado rupturas e embates. Mas Aécio não é idiota, sabe que a causa é mais importante do que a aventura. Prefere ser sócio da vitória do que dono exclusivo da derrota. Dá assim um exemplo a muitos de seu próprio partido que igual Narciso acham feio o que não é espelho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário