sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

CLIMAGATE, cIência e poesia

Uma das mais importantes revistas científicas do Reino Unido, a New Cientist, publicou sua versão oficial sobre o Climagate que por aqui ninguém se atreve a comentar. O título é "Por que não há conspiração nos e-mails hackeados" Li atentamente AQUI

De inicio a revista de publicações científicas diz o seguinte:

"Podemos ser 100 por cento de certeza de que o mundo está ficando mais quente. Esqueça os registros de temperatura compilados por pesquisadores como os e-mails que foram hackeados. Na próxima Primavera, ao sair em seu jardim ou no campo próximo observe quando as folhas se desenrolam, quando as flores florescem, quando as aves migratórias chegam e assim por diante. Compare seus resultados com os registros históricos, quando disponível, e você provavelmente vai encontrar primavera está chegando dias, até semanas mais cedo do que algumas décadas atrás.

Você não pode ver  uma Primavera falsa vindo mais cedo, ou árvores de crescimento mais alto nas montanhas, ou as geleiras recuando para quilômetros e vales, ou diminuindo a cobertura de gelo no Ártico, ou os pássaros mudando seus tempos de migração, ou derretimento no Alasca, ou expansão dos trópicos ou plataformas de gelo na Península Antártica se dissolverem, ou fluxo do rio ocorrendo mais cedo no verão por causa do derretimento adiantado, ou do nível do mar subindo cada vez mais rápido, ou qualquer um dos milhares de exemplos semelhantes.

Nenhuma dessas observações pode provar que o mundo está se aquecendo, pois eles poderiam ser simplesmente efeitos regionais, por exemplo. Mas se colocar todos os dados de todo o mundo junto, você tem provas irrefutáveis de uma tendência de aquecimento a longo prazo."

Confesso que depois deste apelo poético fiquei tentado a esquecer os termômetros e acreditar que a ciência do IPCC agora tem 100% de certeza. Se basta dar uma volta nos arredores, pra quê tanto trabalho, né? Mas acordei do devaneio e fui ver os termômetros do IPCC, não os meus. Está lá. Na última década as temperaturas se estabilizaram e tiveram até um pequeno declínio.

Por enquanto prefiro acreditar em Galilei, que inventou o termômetro e estava certo mesmo contra o IPCC da época.

Nenhum comentário:

Postar um comentário