sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Para que falar de ética, se estamos autorizados a corrompê-la?

A cada dia fico mais convencido de que a propaganda partidária/eleitoral deveria ser limitada à aparição exclusiva dos próprios candidatos, em época própria, falando de suas ações e intenções. Nada de propaganda partidária, nada de propaganda de governo, nada de propaganda da oposição.

A realidade está demonstrando que com o povo inebriado pela propaganda é praticamente impossivel pautar a ética e a honestidade. É de se pensar se de fato o povo é melhor que os mensaleiros de todas as cores ou os corruptos de todos os tons.

Talvez acreditando que não, é que os marqueteiros e politicos perdem todo o pudor e se apresentam cinicamente, mentindo e mentindo. A luta deixa de ser política na acepção da palavra para ser uma corrida de ardis, espertezas e engodos.

Há um plano por trás de tudo isso e, infelizmente, o plano é manter ou alcançar o poder a qualquer custo. Políticos de merda!

Nenhum comentário:

Postar um comentário