sábado, 21 de maio de 2011

Já ganhamos a Copa da insensatez. Quem se importa com Amanda Gurgel?

A revista Veja deste fim de semana vem com uma reportagem arrasadora mostrando o descalabro das obras(?) para a Copa do Mundo. Coisa de país como o Brasil, onde governo e empreiteiras atrasam os cronogramas para depois, às pressas, fazerem obras mal feitas e caras, de preferência sob olhares permissivos dos órgãos de controle. O resultado só pode ser consultorias cheirando a tinta dando goleada em velhos times de gênios.

Como é que se explica a esculhambação mostrada pela Veja? Não se explica. Para realizar as obras da Copa, cada uma delas custando o dôbro do que estava previsto, o Brasil terá que NÃO fazer as obras de saneamento de que precisa, terá que NÃO restaurar as estradas esburacadas de norte a sul, terá que NÃO botar dinheiro na saúde, na segurança, no combate às drogas e muito menos nos 930 reais da professorinha Amanda Gurgel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário