sábado, 12 de fevereiro de 2011

Servir de todo coração.

Noves fora os problemas apontados pelo Altino Machado em seu blog, com os quais concordo, a nova marca do governo do Acre traz alguns elementos importantes. Um deles, talvez o principal, é o verbo que, afinal, é núcleo de toda frase. Servir coloca o governo e o governante em sua verdadeira e mais legítima dimensão. Quem serve serve a alguém, neste caso, o povo. Além disso, servir traduz uma certa humildade, o que pelo que se leu e ouviu nos últimos meses, andou em falta.

O outro termo utilizado (coração) seguramente quis remeter para a propalada humanização do governo. No todo, a expressão "servir de todo coração" quer dizer servir com amor. Temos assim, explicitada na marca, além de uma promessa, uma autocrítica. Tião Viana, percebendo um grave distanciamento entre partido-governo e povo, humildemente promete servir ao Acre com grande amor. Um gesto de imensurável apelo humano.

OK. A mensagem está dada. Se este for mesmo o problema, em quatro anos estaremos redimidos, já que nada resiste ao amor. Mas, se não for? Bom. Até lá teremos tempo para pensar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário