domingo, 27 de fevereiro de 2011

Nem tudo é como gostariam que fosse.


"Eu realmente não acredito no aborto, é como matar um bebê"

Sem nenhum julgamento sobre a sua música, estilo ou personalidade, o fato é que quando um ícone juvenil como este garoto diz algo a respeito de uma questão tão séria como o aborto, devemos prestar atenção. Suas declarações, assim como o seu corte de cabelo, podem influenciar muitos garotos e garotas e injetar um pouco de luz nestes dias tomados pela escuridão do gayzismo e depravação do Big Brother.

A declaração do cantor foi publicada na revista Rolling Stones.

Nenhum comentário:

Postar um comentário