quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Salve a ciência!

Os alarmistas climáticos estão azedos. A última é de uma biólogo português e sua equipe que depois de muito estudo afirma que a terra, devido às emissões de CO², claro, está passando pela sexta extinção em massa de espécies biológicas. O artigo científico correspondente foi publicado na revista Nature.Valha-me Deus!

Em matéria publicada no site Público o biólogo Miguel Araújo afirma que as alterações climáticas poderão alterar as contas actuais sobre a extinção das espécies.

“No caso de haver impactes de grande magnitude que afectem um grande número de espécies, o padrão de extinções modelado por nós assemelha-se ao que se esperaria numa extinção em massa, já que estas não afectaram ramos particulares da árvore da vida, mas a sua quase totalidade”.

Enquanto isso, nos EUA, os cientistas céticos se esforçam. Um grupo significativo manda uma carta para o parlamento endossando o relatório do CO² Science em cujo Sumário Executivo se pode ler:

“Nas páginas que se seguem, apresentamos através de uma revisão da literatura científica pertinente. evidências muitas vezes negligenciadas. No caso dos benefícios para a biosfera do enriquecimento do CO2 atmosférico, nós achamos que com mais CO2 no ar, as plantas crescem mais e melhor...” (tradução minha)

Nenhum comentário:

Postar um comentário