domingo, 14 de março de 2010

Comprou, pagou, tem direito de levar.

Abrirei hoje uma exceção no formato deste bloguinho para dar uma de Claudio Humberto, ou, se preferirem, de Luis Carlos Moreira Jorge, o nosso mais bem informado jornalista.

Tem candidato de um partido na folha de pagamento de candidato de outro partido. E não é de hoje. Faz tempo. Interessante notar que nos últimos dias as coisas evoluíram para que o candidato recebedor dê uma rasteira nos companheiros de seu próprio partido e apóie o candidato pagador. Está entregando a mercadoria. E eu que não estava entendendo nadinha daquela confusão! Agora está explicado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário