quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Pauta para o Aldo Rabelo

Inspirado na sugestão do pesquisador e bom blogueiro Evandro Ferreira, sugiro algumas perguntinhas básicas ao Deputado Aldo Rebelo, relator da comissão de reforma do Código Florestal, que estará nesta quinta em Rio Branco. Em vermelho, como homenagem.


1. Como será possível atender em longo prazo a demanda crescente de biocombustível – B5 e de alimentos, incluindo exportações, sem exercer pressão sobre as áreas de floresta primária?


2. Qual a lógica subjacente à alteração dos limites de reserva legal na Amazônia se, conforme ong’s e o próprio MMA, existem na região mais de 150 milhões de hectares desflorestados e com baixíssima ou nula taxa de utilização?


3. O mundo exibe nos dias de hoje a inaceitável taxa de 15% de sua população (cerca de 1 bilhão de pessoas) com fome. Como compatibilizar a necessária produção de alimentos para esta gente com a crescente regulamentação restritiva ao uso da terra sob pretexto de redução de emissões de CO²?


4. Pra terminar: O bifinho nasce na prateleria do supermercado?

Nenhum comentário:

Postar um comentário