segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Quem endoidou primeiro? O clima, a seita ou o fanático?

Até agora não ficou provado que o homem é responsável pelo aquecimento global, aliás, cada vez mais a "teoria" perde força. Há poucos dias um estudo de altíssimo nível demosntrou a influência dos raios cósmicos na formação das nuvens e, por consequência, na temperatura terrestre. Pesquisa recente do Gallup mostrou que o número de crentes da seita do aquecimento global só cresce em países e regiões pobres e de baixo nível de informação. Nos outros, principalmente na Europa e EUA, está caindo. Já tem gente achando que o troço é coisa de doido.

Não posso afirmar que a "teoria" é maluca, por enquanto ela parece apenas falsa, mas que o aquecimento global está criando maluco, parece não haver dúvidas. Um relatório publicado pelo Instituto do Clima, da Austrália, sugere que sentimentos profundos e preocupantes de fracasso, perda, impotência, ansiedade elevada, estresse e depressão estão associados às mudanças climáticas.

É o seguinte: O sujeito passa o dia todo sendo bombardeado por notícias catastróficas. Temporal? Culpa sua. Furacão? Culpa sua. Sêca? Culpa sua. Nevasca? Culpa sua. Animais morrendo? Culpa sua. Inundação? Culpa sua. Não há quem aguente. O camarada começa a achar que não tem saída. Nem para o planeta, nem para si mesmo, nem para seus filhos. Se for fraco, entra em parafuso. Também por isso é bom termos cautela com o que dizemos às nossas crianças. Não tem nada mais perigoso do que o fanatismo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário