quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Eliana Calmon - a mulher da vez.

A Ministra que não abre mão da verdade deverá ir ao Senado (imperdível) defender o Conselho Nacional de Justiça - CNJ, daqueles que o querem como órgão omisso e subserviente. Disse e repetiu que há bandidos no judiciário. Quem duvida disso? Parece que uma associação dos magistrados e o STF não concordam. Pediram que ela se retratasse, ela ratificou. Aguardemos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário