sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Em Cancún, mais um fracasso. A questão é outra.

Em Cancún, no México, a COP 16 se encerra hoje com mais um fracasso anunciado. Há quem acredite piamente que os ambientalistas que lá estiveram discutiram o clima global. A maiorira deles também pensa assim. Não foi nada disso, nem será. Na realidade o que está em discussão permanente sob a capa de aquecimento global é puro neomalthusianismo.

Se todos os humanos vivessem como os ingleses a terra suportaria apenas 2,5 bilhões de seres. Se vivessem como americanos não passaríamos de 1,5 bilhões. Hoje já somos quase 7 bilhões e seremos 9 bilhões em 2050. O que está sendo debatido verdadeiramente é como impedir que a população mundial continue crescendo e aumentando os níveis de consumo - a base natural de recursos não suporta este ritmo.

A verdadeira questão não tem a ver com a temperatura global. Se trata de responder: Quantas pessoas podem viver na terra? Os vídeos abaixo são esclarecedores.



Nenhum comentário:

Postar um comentário