segunda-feira, 4 de abril de 2011

Soltem o Bolsonaro!

Nos últimos meses a Globo promoveu, através do Big Brother, um curso intensivo de idiotia e gayzismo que felizmente terminou (o curso de carga normal continua nas novelas). Ganhou o prêmio uma criatura sem cérebro mas bonitinha que segundo alguns sites de fofocas é também ordinária. Coincidentemente, na mesma semana o deputado federal Jair Bolsonaro mandou mais uma de suas tolices. Ao responder no CQC uma pergunta sobre homossexualismo misturou com racismo e arrotou sua ignorância. O mundo tá fervendo por causa disso. Já há até quem queira cassar o mandato do parlamentar. São os mesmo de sempre, aqueles que perdoam solenemente a roubalheira, os desvios e a incompetência dos amigos, mas ficam excitadíssimos quando um "imbecil da direita" se apresenta como alvo.

Não concordo com Bolsonaro. Já disse antes, homossexualismo é como orelha de abano, vem de nascença e não é doença, mas diferentemente daquela, não tem jeito. Mas mesmo não concordando, quero que os Bolsonaros falem e digam o que quiserem. Essa grita geral na base do "Pega o Bolsonaro!" é tão burra quanto o próprio. Burra e facista. Burra e autoritária.

Um comentário:

  1. Túlio Abranches5 de abril de 2011 10:39

    Ótimo já que pelo menos o sr. parece ter o mínimo de discernimento ao escrever que 'não se trata de doença', o que de fato não o é mais desde 1973, qd foi retirada da classificação internacional de enfermidades psiquiátricas, há 38 anos, portanto já pode tb deixar de grafar homossexual-ISMO pois esta terminação torna o termo doentio novamente, como orientação sexual que é o que fato é, chama-se homossexualidade. Sim e imbecis como os que frequentam o BBB - o pior programa de TV para alienação de massas já parido neste país - só contribuiu p/ deturpar mais e mais a imagem de gays como eu que trabalho, pago impostos e tenho postura masculina pq gosto de ser homem c/ o único detalhe de que tb vou p/ cama c/ homens tb. Muito obrigado por dizer 'parcialmente' no seu texto boa parte do que desconhecidos como eu gostariam de dizer. Antes de ir digo ainda que Bolsonaro não é perigoso apenas por sua homofobia ele defende preceitos nazifascistas e tem projetos de eugenia p/ população carcerária, mendigos e pessoas abaixo da linha de pobreza aceitável pelo Estado, sem falar no racismo e na forma machista c/ que se refere as mulheres. A homofobia gerada por esse verme-parlamentar-nazista-sem-alma - incita sim, crimes de ódio no Brasil onde agressões seguidas de morte a homossexuais colocam o país em primeiro lugar no ranking mundial, uma vergonha! A cada 40 minutos um homossexual é assassinado em diferentes pontos do mapa, de forma bárbara com conivência cultural de todos, que empre se saem com aquela que a bicha, o viado, o boiola pedem por isso c/ seus comportamentos extravagantes, não discordo de haver gays-purpurina efeminados que são sim um saco e motivo de piada frequente, mas a tolerância sócio-cultural nos ensina que nenhuma diferença é prerrogativa p/ se tirar um vida, na escola nossas crianças mais delicadas sofrem agressões verbais e físicas desde cedo. Ao se tocar num assunto tem de se estar preparado p/ ouvir o outro lado, é essa irracionalidade que transforma um parlamentar como esse em bomba-relógio, estopim p/ manifestações do mesmo ódio que ele incita. O que homocidadãos como eu combatem é a hipocrisia. Grato, se não quiser liberar para visualização de seus leitores, tá ok, pouco me importa. Um dia essa merda de realidade muda!

    ResponderExcluir