sexta-feira, 15 de abril de 2011

Gol contra.

Como previsto, as obras preparatórias para a Copa do Mundo, principalmente aeroportos e estádios, estão a passo de tartaruga e já é certo que no ritmo atual não estarão prontas no prazo combinado. A conversa agora é afrouxar controles para que sejam acelaradas. Isto significa mais oportunidades para a gatunagem. Qualquer um sabia que isso aconteceria. A incompetência precedeu a ladroagem mas trabalharam juntas. Com a necessidade de cumprir os prazos estabelecidos quando toparam fazer a festa, o governo terá que soltar o cabresto dos gastos públicos, o que significa dinheiro no balde para empreiteiros e autoridades anteciparem suas festas particulares. Dinheiro jogado no ralo da corrupção, recursos gastos sem necessidade enquanto setores realmente importantes como a saúde, a segurança, a educação e os transportes sofrem corte e contingenciamento. Que lástima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário