sexta-feira, 8 de abril de 2011

Os políticos, sempre eles, querem se aproveitar do momento.

Oportunistas da hora estão aproveitando a tragédia do Rio de Janeiro para voltar com o lenga-lenga da proibição da venda legal de armas. Nada a ver. Um psicopata como aquele ou como outros que já agiram de modo semelhante não compra armas na lojinha. Eles apenas surtam e executam conforme sua insanidade. O povo brasileiro já se posicionou contra a proibição.

Um comentário:

  1. Túlio Abranches9 de abril de 2011 18:22

    É a velha história: os bandidos se armam cada vez mais e a populaão comum fica mais desguarnecida e com mais dificuldade para portar sua propria arma para fins de risco de morte... O Brasil é uma merda, me perdoe a palavra. E quanto ao massacre de Realengo, isso aconteceu por uma questão simples, prédios públicos neste país tem a entrada sem nenhuma segurança, entra qualquer um com desculpa esfarrapada, basta estar com roupas distintas e ter conversa bonita. Vê se porteiro de escola fica onde deveria estar, ou seja, no portão? Vê se servente fica com vassoura na mão limpando como deveria? Só quem rala mesmo são os professores, uns coitados e mal-pagos!! O resto incluindo diretores escolares em sua maioria são todos uns encostados, preguiçosos, folgados e incompetentes!!! Vê se há detector de metais em escolas de regiões violentas? Não sei que milagre na escola desse massacre tinha ar-condionado e cameras internas, isso em algumas regioẽs como Norte e Nordeste são coisas do outro mundo, não existem nem em sonho!!!

    ResponderExcluir