quarta-feira, 7 de abril de 2010

Mais recursos para a agricultura. Bom, mas não suficiente.

Durante muitos anos trabalhei no INCRA, minha tese de mestrado é sobre o processo de ocupação das terras do Acre, acompanhei e participei ativamente nos anos oitenta e noventa da criação e desenvolvimento de projetos de assentamento, sou, digamos assim, do ramo e, como tal, me mantenho atento ao que acontece por lá. Leio com satisfação no blog do senador Tião Viana, que o governo federal aproveitará a cerimônia de posse do Thaumaturgo Neto em lugar do Cardoso, para anunciar um série de investimentos no setor. São significativos e muito bem vindos os recursos. Parabéns.

Não creio, porém, que sejam suficientes ou decisivos perante a questão agrícola do Acre, ou agrária, se preferirem. Não é apenas da falta de recursos que se ressente a economia agrícola acreana. Falta sobretudo foco, um verdadeiro projeto de desenvolvimento agrícola que de forma coordenada dirija as ações governamentais para determinados cultivos e produtos visando escala, competitividade, industrialização e mercado. Daí em diante a roda gira sozinha. Enquanto isto não for devidamente trabalhado o Acre permanecerá repetindo ano a ano as mesmas demandas, recursos e anúncios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário