sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

A abortadeira que tomou posse se emociona com o passado. Ela não se emociona é com o futuro das criancinhas que matou.



A abortadeira e abortista tomou posse hoje no Ministério da dona Dilma. Assisti pela TV uma parte da cerimônia, justamente aquela em que ela relembra e homenageia  a guerrilha de que participou e os guerrilheiros, um em particular. A julgar pela entrevista que deu à jornalista Joana Maria Pedro em 14/10/2004 dever ser um daqueles com quem ela transava sem cerimônia porque transar é um ato libertário. Percebi que um General postado na primeira fila não parece ter gostado.

Nem imagino de onde tirou a emoção que demonstrou, mas pareceu verdadeira. Ela não se emociona é com o assassinato de crianças nos ventres maternos, não se importa com a vida de fetos que não desejados por suas mãe irresponsáveis tem suas vidas interrompidas por sugadores, esmagadores ou drogas que os expulsam do seu ambiente temporário. Ela quer que, sob a tutela do estado e a pretexto de preservar o mando da mulher sobre o próprio corpo, milhões de corpos pequeninos sejam despedaçados e jogados nas lixeiras imundas dos hospitais brasileiros como se fossem dentes cariados. Ela não se emociona com a vida inocente. Eleonora Menicucci prefere guardar suas lágrimas para os que lutaram com armas para implantarem no Brasil uma ditadura comunista, seguramente tão assassina quanto as suas inspiradoras na Europa, na Ásia e em Cuba.

Ao seu lado a dona Dilma declara que a nova ministra atuará nos termos do governo (só faltava dizer que a novata atuaria CONTRA o governo), o que equivale a dizer que não terá carta branca para pregar o abortismo. Sei não. A dona Dilma apenas tenta sossegar espíritos cristãos que começam a perceber o embuste que apoiaram.

Um comentário:

  1. È REALMENTE ESTARRECEDOR!!!!ESTA MALDITA DAR UM MINISTERIO PARA ESTA ASSASSINA,ASDUAS SÂO FEITAS DO MESMO "ESTRUME" NÂO PASSAM DE FOGO FATUO DE DECOMPOSIÇÂO ABJETA! ACORDA BRASILLLL !!

    ResponderExcluir