quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

O aborto eleitoral do aborto no PNDH

Se prosperar a iniciativa de retirar do PNDH a descriminação do aborto, o governo estará dando um passo importante no sentido de amenizar a calhordice ali contida. Obviamente se trata de medida de cunho eleitoral, pois o tema é muito caro às igrejas cristãs de modo geral e ter uma candidata abortista não pegaria bem na campanha.

Não vale é o Vannuchi assumir a culpa e isentar todos os outros, inclusive os que assinaram, inclusive os que "assinaram sem ler". Houve tempo demais, aliás, segundo os autores daquilo, foram dezenas de conferências e milhares de pessoas envolvidas e vários anos de debate até chegar ao ponto.

Depois de azeitar o trânsito com os militares o Governo vai alterar o PNDH para azeitar as escadarias da Igreja. Com mais pressão eleitoral terminam devolvendo tudo ao esgoto de onde saiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário