segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Em defesa da vida, CNBB chama Lula de Herodes


A Igreja Católica resolveu bater pesado no PNDH do Governo. Em panfletos distribuídos em São Paulo a CNBB chama Lula de Novo Herodes e confronta quatro pontos da patifaria esquerdopata que assola o país. As preocupações da Igreja são com o aborto, casamento entre gays, adoção por duplas gays e ostentação de símbolos religiosos em repartições públicas.

A rigor, desta vez a Igreja se manteve no seu quadrado. Não é costume. Normalmente se mete em questões qua vão além da doutrina católica. No panfleto, por exemplo, deixa de fora a fragilização extrema do direito de propriedade e a investida contra a liberdade de expressão contidas no PNDH. Se quem cala consente, provavelmente a CNBB não vê nada demais em que o Governo controle os meios de comunicação e despossuídos (para usar a linguagem que eles entendem) tomem de assalto a propriedade alheia legalmente constituída. Imagino que pensem que seus conventos, mosteiros e sedes estejam a salvo.

De todo modo, a CNBB faz um gesto correto. Não é possível que passe em branco a permissão ao assassinato de crianças inocentes ainda hospedadas na barriga de suas mães. Esperemos que tal insatisfação não seja suprimida pelos interesses eleitorais imediatos aos quais se vincula e serve grande parte de seus membros.



A figura acima foi extraida DAQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário