quarta-feira, 6 de junho de 2012

O (des)aquecimento global resolveu aparecer na Rio + 20.

Está no  Globo

Região Sul terá frio, chuva e neve, entre quarta e sexta-feira

Massa de ar frio vinda da Argentina avança, derrubando as temperaturas que já estão baixas

SÃO PAULO – Os estados da Região Sul vão sofrer com frio, chuva e até neve nos próximos dias. Nesta quarta-feira uma massa de ar frio vinda da Argentina avança sobre a região, derrubando as temperaturas que já estão baixas. De acordo com o meteorologista Marcelo Pinheiro, do ClimaTempo Meteorologia, deve nevar nos municípios catarinenses e gaúchos da região de Serra e na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai.

- Também deve gear do oeste do Rio Grande ao oeste do Paraná – explica Pinheiro.

Na terça-feira, tanto Porto Alegre como Florianópolis registraram as menores temperaturas de 2012. A capital gaúcha registrou 6,7ºC de madrugada, na região do Jardim Botânico, zona norte da cidade. O recorde anterior de frio era de 7,3ºC, em 14 de maio. Na capital catarinense, foi registrado 17,2ºC na medição do Instituto Nacional de Meteorologia. O recorde anterior de menor temperatura máxima este ano era de 19,8ºC, em 26 de abril. Nos próximos três dias estão previstas temperaturas de 1.0ºC negativo em Porto Alegre, 5,0ºC em Florianópolis e 1,0ºC em Curitiba.

Na capital paranaense, chove há mais de 24 horas sem parar. O Instituto Nacional de Meteorologia registrou um acumulado de 106,8 milímetros entre 9 horas do dia 4 e 9 horas de 5 de junho. Foi a maior quantidade de chuva em 24 horas dos últimos 5 anos, comparável apenas aos 106,6 milímetros registrados entre 19 e 20 de janeiro de 2007.

- A chuva deve durar até quinta em Curitiba e região. Depois deve parar. Mas na sexta-feira vem a geada – diz o meteorologista.

Em São Paulo, a temperatura diminuiu ainda mais nesta quarta-feira. O feriadão será marcado por temperaturas baixas e tempo ainda muito úmido. Pelo menos até o sábado, a temperatura na cidade de São Paulo não deve mais superar os 20ºC e a sensação de frio será constante. Entre os dias 7 e 9 pode ocorrer novo recorde de menor temperatura máxima deste ano.

No Rio, o tempo também já virou. De acordo com o Climatempo, o tempo ficará muito instável no Rio de Janeiro nos próximos dias. O ciclone extratropical deve avançar pelo litoral Sul e Sudeste do país, o que vai provocar a queda da temperatura no Rio. A previsão é de chuva com vento intenso já a partir de quinta-feira.


Nenhum comentário:

Postar um comentário