segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Sobre consultorias e consultores

Antigamente era assim. Um sujeito possuia alta especialização em determinada área e, não querendo ser empregado de ninguém, abria o próprio escritório de consultoria ou se associava a alguém com o mesmo objetivo. Bons economistas, por exemplo, vivem disso. Fazem prognósticos, elaboram estudos, apontam áreas de investimento etc. Palestras também são solicitadas por grupos de acionistas ou de empresas. Quem precisava do serviço contratava o escritório, pagava o resultado e tchau, até a próxima. Isso era antes, pois de uns anos para cá consultoria virou algo muito nebuloso, para dizer o mínimo.

Me acompanhem. Qual o mais importante e mais caro consultor do momento? Ele mesmo, o nosso ex-presidente Lula. Uma "palestra" de duas horas e lá se vão 200, 300 mil reais para o bolso do nosso mais querido presidente da historia. Sua especialidade? Não faço a mínima idéia, mas poderia ser "como governar um pais durante oito anos de cima de um palanque". Outro grande e bem mais discreto consultor é o ex-ministro Zé Dirceu. A especialidade, não sei. Mais um dos grandes é o Palloci, ex-ministro da Fazenda. A especialidade também não sei, mas como ex-ministro e pelo que ganha deve ter algo muito importante a dizer. O consultor da vez é o atual ministro Fernando Pimentel cuja experiencia e capacidade fizeram-no amealhar em dois anos uma pequena fortuna.

Longe de mim sequer desconfiar da capacidade desses senhores. São pessoas de elevadíssima experiência e certamente, mesmo se dizendo socialistas, conhecem os segredos que fazem enriquecer mais ainda os capitalistas que os procuram. O que me deixa encabulado é por que raios esses caras tão geniais, no primeiro estalo largam o que estão fazendo com competência e altíssima lucratividade, para enfrentarem a espinhosa tarefa de serem auxiliares do governo, uma posição que na melhor das hipóteses lhe rende míseros 15 mil reais líquidos. Sinceramente, esta decisão não recomenda quem pretende ser consultor. Quem vai querer ouvir os conselhos de um cara que larga uma atividade que rende milhões de reais anualmente para virar um funcionário público mal pago? A não ser que...

Um comentário:

  1. Caro Valterlucio, primeiro parabeniza-lo pelo o blog, mas indo ao assunto: essas condultorias virarm coisa de bandido com esses petistas.Principalmente quando este analfabeto deste lula inventa de dar consultoria.Agora ca pra nos, a pessoa se sujeitar e pagar para ouvir um bebado desse e analfabeto tenha do.

    ResponderExcluir