sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

O mais podre poder.

A melhor arma contra a corrupção é e sempre será a transparência. Arreganhar as contas deveria ser de lei em todas as esferas. Sigilo fiscal para quem ocupa cargo público deveria ser abolido - quem não quiser mostrar as contas que não aceite nomeação. Sinais exteriores de riqueza deveriam ser imediatamente investigados. O povo tem todo o direito de saber o que fazem os servidores públicos politicamente nomeados, vigiá-los e denunciá-los.

Nos últimos dias uma briga surda vem se travando no mais alto escalão da república. O STF ameaça as prerrogativas do Conselho Nacional de Justiça e a ação da Ministra Eliana Calmon. Aos poucos a imprensa (sempre ela) vem mostrando o que há por baixo de algumas togas que jamais foram passadas na lavanderia. Aguardemos o que virá. De certo apenas que em ambientes fechados, para variar, algo fede.

Um comentário:

  1. Enquanto Europa e EUA vivem crise financeira, o Brasil vive há mais de oito anos uma crise moral e ética sem precedentes... Classes C, D e E não veem isso porque não ligam p/ educação além do feijã-com-arroz --- ler, escrever e fazer contas... Já pessoas com senso crítico que frequentaram bancos de universidade entendem que o mal atendimento em saúde e segurança pública é diretamente ligado às fortunas desviadas pelos esquemas de corrupção a partir de Brasília... Se a capital fedral não dáo exemplo, o que mais esperar?

    ResponderExcluir