sexta-feira, 13 de julho de 2012

Até tu, dona Dilma?

Até um dia desses o governo se vangloriava em anunciar o crescimento da economia, obviamente medido pelo PIB, como um diferencial do gerenciamento atual, o que daria conta de promover a distribuição da riqueza ainda que seja através de bolsas essas e aquelas. O negócio era ir atrás de um PIBÂO de 7% ao ano etc e tal. Quando veio o pibinho, a dona Dilma reagiu criando uma cortina de fumaça com a história de que riqueza se mede é com bem estar de criancinhas. Caraca! Até tu dona Dilma? Parece que a nossa presidente entrou na moda de quebrar o termômetro quando a febre aumenta.

Conheço esse filminho de outros "cinemas". Em algumas regiões, sempre que os dados demonstram a pobreza persistente aparece alguém com a idéia de refutar os índices oficiais. PIB, IDH etc., são jogados na lata do lixo com uma ligeireza incrível. Já teve até quem propusesse uma régua de felicidade para medir o desenvolvimento humano. Ao invés de medir a renda do indivíduo, alguém perguntaria: Voce está feliz? Se o sujeito por acaso tivesse "pegado" aquela menina na noite anterior entrava na contabilidade com alto índice de felicidade. Que maravilha!

Nenhum comentário:

Postar um comentário